Horário de verão

Escrito por Thaís Bechara. Publicado em Blog.


 
De repente, tiraram uma hora do dia!
Amanhece mais cedo e escurece tarde!
Tem gente que ama. Tem gente que odeia!
Como leva tempo para o corpo se acostumar! Fica difícil para acordar e, como num passe mágica, aquele sono que nos acompanhou o dia todo, desaparece na hora de dormir!
Sai de cena o agasalho cinza, o sapato preto e o agasalho marrom para protagonizar as cores vivas, o cabelo preso e as roupas frescas e curtas.
A impressão que dá é que é possível  aproveitar ainda mais o dia. A energia fica no ar. Tem mais gente na rua a cada final de tarde. Tem vendedor feliz porque vende mais. Tem propaganda de economia de energia. Tem sorvete de sobra por aí...
Tem horário diferente na programação das emissoras de rádio e televisão. Tem mapa astral identificando o nascimento dentro do horário de verão.
Pessoas se queixam de perturbações no sono, no apetite, na disposição e no humor. 
As atividades ao ar livre são privilegiadas nessa época.
Tem sonolência.
Os dias ficam, gradativamente, mais longos do que as noites.
As lâmpadas ficam menos acesas.
Relógio de pulso é adiantado assim como o relógio biológico fica alterado.
Via de regra, amando ou odiando, até o terceiro domingo do mês de fevereiro, vamos conviver com  o horário de verão. Sendo assim, é tempo de se adaptar, se reinventar, aproveitar as oportunidades, superar desafios, acordar no escuro, sair do trabalho ou da escola com a luz do dia e fazer proveito! 
 

Uma comunicação com o coração

Escrito por Conversando com Educação. Publicado em Pais e Filhos.

foto Joana Collaço
 
Nós, do Conversando com Educação, queremos compartilhar a crônica "Da separação à alienação parental! " de Joana Collaço que com muita clareza e sensibilidade teceu a visão de um jovem e sua emocionada experiência ao falar  das lembranças  da infância,  da comunicação dos seus pais sobre a separação, os sentimentos e atitudes na guarda compartilhada.
 
É uma leitura preciosa para todos nós: pais, filhos, avós, professores, psicopedagogos, psicólogos, que nos tocará muito  e nos fará entender o sentimento da criança, do adolescente e do adulto sobre a nova situação com dicas interessantes.
 
Clique e se emocione:
https://joanacollaco.com/2016/06/02/da-separacao-a-alienacao-parental/
 
Joana Collaço
http://joanacollaco.com/
Psicóloga com o mestrado em psicologia educacional, formação em terapia cognitiva e comportamental com crianças e adolescentes, pós-Graduação em neuropsicologia entre outras formações. Vive em Portugal. As crónicas têm o intuito de partilhar com os pais, professores e todos os interessados, aquilo que pode ser o ponto de vista de algumas crianças/adolescentes sobre os mais diversos temas e problemas do mundo que os rodeia.
 
Conversando com Educação - 2013. Desenvolvido por