Brincar de ser gente grande

Escrito por Thaís Bechara. Publicado em Pais e Filhos.

 

                                                                                          Foto Advogados Mirins / Ana Paula Mackevicius

Muitos dos artigos publicados são frutos das ricas e gostosas conversas com filhos e amigos. Esse é um exemplo!

Numa tarde de verão bem quente, minha filha expressou sua preocupação  e, ao mesmo tempo, sua animação com o seu dia de trabalho que teria na próxima sexta-feira. Mostrava-se preocupada porque precisava dar conta das sua metas exigidas no mundo corporativo e animada porque sua empresa abriria suas portas para que os filhos de seus colaboradores participassem do “Day Kids”.

Nesse dia, com o ambiente e funcionários preparados, as atividades  planejadas por educadores são colocadas em prática. Tem até momento de tour mirim pelas dependências da empresa! Sem dúvida é uma bela ocasião  de interação entre o mundo infantil e o mundo corporativo repleto de gente grande.

Brincando, aventurando-se e explorando o lugar de trabalho do pai/mãe a criançada, pouco a pouco,  tem a oportunidade de: conhecer o local onde os pais passam grande parte do dia; interagir com pessoas que não fazem parte do seu ciclo social; conhecer diferentes funções de trabalho; vivenciar o mundo de responsabilidades tão comentado pelos pais; perceber como os espaços são organizados; verificar como a tecnologia faz parte desse mundo corporativo entre outras.

Nesse ambiente de lazer e recreação infantil, a garotada  pode matar sua curiosidade sobre o que a mãe ou o pai faz  enquanto estão na escola ou em casa. Sem dúvida, pode ser um bom momento para despertar a curiosidade das crianças, responder as possíveis interrogações delas e estimular a criatividade sobre profissões. 

Se for fazer compras, leve as crianças!

Escrito por Thaís Bechara. Publicado em Pais e Filhos.

Fazer compras com crianças  pode ser uma boa oportunidade para tratar de assuntos financeiros com os pequenos.

Os ensinamentos de uma educação financeira infantil, ajudará a criança a cuidar do orçamento doméstico, a aprender como usar melhor o dinheiro,  a fazer escolhas e  a priorizar gastos.

Você tem o hábito de ceder à vontade das crianças durante uma compra? Você sabe ser determinado e consegue lidar com choros, gritos e escândalos caso  o desejo de compra da criança não seja realizado?

Pois é! Nada é tão fácil assim! Mas a boa notícia é que  de acordo com o  resultado de uma pesquisa,  a tal famosa birra no meio de um centro de compras só  acaba “comovendo” 4% dos pais.

Na tentativa de aprimorar o momento de fazer compras com crianças e ao mesmo tempo educá-las para a vida,  especialistas recomendam algumas ações:

Conversando com Educação - 2013. Desenvolvido por