Haja paciência!

Escrito por Thaís Bechara. Publicado em Pais e Filhos.

Ser paciente é uma virtude fundamental para saborear a arte do bem viver.

Durante toda a nossa existência somos testados nesse quesito.

Para começar, tivemos que esperar nove meses para nascer! Paciência para o bebê e para os pais!

Enquanto pequenos, a criançada é preparada (ou deveria ser)  a aguardar pela hora de mamar, brincar, ouvir histórias, ir para a escola, curar um machucado... Em alguns casos casos, com um choro ou uma reclamação o problema pode até ser resolvido.

Mas nem sempre é possível contornar a situação e, muitas vezes,  a paciência acaba! Sabe aquela hora que você não consegue ser ouvido, ou quando a nossa vontade não pode ser atendida? Pois é! Frustração na certa!

É preciso paciência para crescer, para esperar completar dezoito anos, para ler a lista de candidatos aprovados no vestibular, para envelhecer e até para encontrar a alma gêmea.

A vida vai se encarregando e nos ensinando a trabalhar com sentimentos diversos. É preciso paciência  para que haja plena condição no que se refere a  satisfação dos nossos próprios desejos!

Adultos saudáveis sustentam com as crianças a dura tarefa de ser paciente.

Brincar de ser gente grande

Escrito por Thaís Bechara. Publicado em Pais e Filhos.

 

                                                                                          Foto Advogados Mirins / Ana Paula Mackevicius

Muitos dos artigos publicados são frutos das ricas e gostosas conversas com filhos e amigos. Esse é um exemplo!

Numa tarde de verão bem quente, minha filha expressou sua preocupação  e, ao mesmo tempo, sua animação com o seu dia de trabalho que teria na próxima sexta-feira. Mostrava-se preocupada porque precisava dar conta das sua metas exigidas no mundo corporativo e animada porque sua empresa abriria suas portas para que os filhos de seus colaboradores participassem do “Day Kids”.

Nesse dia, com o ambiente e funcionários preparados, as atividades  planejadas por educadores são colocadas em prática. Tem até momento de tour mirim pelas dependências da empresa! Sem dúvida é uma bela ocasião  de interação entre o mundo infantil e o mundo corporativo repleto de gente grande.

Brincando, aventurando-se e explorando o lugar de trabalho do pai/mãe a criançada, pouco a pouco,  tem a oportunidade de: conhecer o local onde os pais passam grande parte do dia; interagir com pessoas que não fazem parte do seu ciclo social; conhecer diferentes funções de trabalho; vivenciar o mundo de responsabilidades tão comentado pelos pais; perceber como os espaços são organizados; verificar como a tecnologia faz parte desse mundo corporativo entre outras.

Nesse ambiente de lazer e recreação infantil, a garotada  pode matar sua curiosidade sobre o que a mãe ou o pai faz  enquanto estão na escola ou em casa. Sem dúvida, pode ser um bom momento para despertar a curiosidade das crianças, responder as possíveis interrogações delas e estimular a criatividade sobre profissões. 

Conversando com Educação - 2013. Desenvolvido por