Briga na escola? 7 dicas para estabelecer uma boa conversa entre pais e escola

Escrito por Thaís Bechara e Sônia Licursi. Publicado em Pais e Filhos.

“Meu filho brigou novamente com um colega de classe. Fui chamada pela Orientadora Educacional e estou muito brava por ter sido convocada para esta reunião. Briga entre crianças devem ser resolvidas entre elas”!

Conversando com Educação entra em ação e sugere  7 dicas para estabelecer uma boa conversa e um bom encaminhamento na resolução do conflito.

1. Acalme-se e converse com seu filho. Aproveite a oportunidade para ouvir dele sobre o ocorrido. Comunique-o que a orientadora educacional deseja conversar com a família.

2. Entre na sala da orientadora  com tranquilidade e ouça a queixa da escola.

3. Exponha as observações do filho diante do fato.

3. Não esqueça que a conversa é entre dois adultos, portanto o ponto a ser analisado é não buscar culpados, mas sim ajudar na resolução do problema.

4. Lembre-se que o conflito diz respeito aos envolvidos. O papel dos pais e da escola é pensar em soluções boas e satisfatórias para que possam aprender com isso.

5. O momento é de operar em termos de sentimentos, pontos de vistas e soluções. Por mais doloroso que seja essa operação vai gerar aprendizagem.

6. Não é da noite para o dia que o conflito será resolvido. Sendo assim, é preciso estabelecer combinados, acompanhar o processo, mediar situações e avaliar procedimentos e a capacidade dos alunos de pensar sobre os problemas.

7. Não saia da sala sem agendar um novo encontro para comemorar os avanços.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Conversando com Educação - 2013. Desenvolvido por